Informação

Bar Luce: o café imaginado por Wes Anderson em Milão

Bar Luce: o café imaginado por Wes Anderson em Milão

Em 2015, a Fundação Prada abriu um novo espaço no sudeste de Milão, uma ex-destilaria convertida em um espaço de exposição dedicado à arte, cultura e cinema. Quem melhor que o diretor Wes Anderson, com sua visão incomum e referências gráficas, para fornecer o bar? Encontramos aí sua obsessão por padrões, uma paleta de cores pastel e várias piscadelas no universo de seus filmes e na iconografia italiana que lhe é querida.

No bar


Fleur Louis Os elementos funcionais, máquina de café, espremedor, liquidificador e sifão, foram cuidadosamente escolhidos em uma versão retrô para manter a atmosfera particular e a atemporalidade do local. A equipe também fica em sintonia com jaquetas uniformes bordadas em rosa com o nome do café.

Café intemporal


Tudo contribui para recriar uma atmosfera provinciana retro e desbotada, e o bar Luce, apesar de aberto recentemente, parece estar lá há séculos. Meio realista, meio mágico, tem o charme desses lugares provinciais que nunca mudaram.

No teto do café Luce


Fleur Louis O motivo do teto reproduz o do teto de vidro da Galeria Vittorio Emanuele, um dos lugares emblemáticos do centro de Milão. A parte superior das paredes também é decorada com um afresco decorativo que retira elementos da galeria em versão miniatura.

Detalhes retrô


Fleur Louis Os elementos retrô, como a geladeira rosa ou a tipografia usada, combinam-se com o piso de terrazzo, muito comum em residências e espaços públicos na Itália, para recriar uma atmosfera milanesa tingida com reminiscências infantis.

Potes e confeitaria


Os doces Fleur Louis, sorvetes pastel e bolos iluminados fazem o café parecer justo. Os frascos de amêndoas açucaradas, especialidade italiana muito presente na confeitaria, contribuem para dar um toque local e decorar o café.

Acumulação de garrafas


Fleur Louis O acúmulo de garrafas e conservas ornamentadas em frente à decoração de parede já carregada contribui para o kitsch do todo e ilustra o culto do diretor estético para objetos do cotidiano.

Caixa de juke retrô


Foto Attilio Maranzano - Cortesia da Fundação Prada A caixa de juke brilhante e as máquinas de pinball contribuem para a atmosfera retrô e jovem. É o toque brincalhão que lembra que um café não é apenas um lugar para comer, mas também onde você se encontra e relaxa. Eles o convidam a parar por um momento e fazer do café Luce mais do que um set de filmagem, um lugar para morar.

As máquinas de pinball Wes Anderson


Fleur Louis As máquinas de pinball inspiradas no universo de Wes Anderson foram totalmente personalizadas e abordam os temas de dois filmes do diretor: Vida aquática e Castello Cavalcanti. Uma é dedicada ao mundo subaquático, a outra à Molte Miglia, uma corrida de carros imaginária inspirada na famosa corrida italiana na estrada Mille Miglia.

Simetrias e repetições


Foto Attilio Maranzano - Cortesia da Fundação Prada Encontramos no layout do Bar Luce o gosto de Wes Anderson pelos efeitos de simetrias e repetições. Os globos de luz, as colunas e a cobertura das paredes dão a ilusão de perfeita reflexão, embora o espaço, dividido entre a área de serviço e a dedicada ao consumo, não seja simétrico em si.