Informação

Um antigo moinho de petróleo que se tornou um refúgio de paz na Itália

Um antigo moinho de petróleo que se tornou um refúgio de paz na Itália

É na Itália, na península de Salento, que Ludovica e Roberto Palomba, arquitetos e designers, redesenharam completamente um antigo moinho de petróleo do século XVII. Esse espaço repleto de história era um playground para a dupla que queria respeitar a autenticidade do local enquanto o vestia com móveis de design. Os materiais naturais são privilegiados lá e os paletes de linho, cinza e branco são sutilmente recusados. O resultado é delicado, moderno e autêntico. Descoberta em imagens de um trabalho arquitetônico realizado com requinte e elegância.

Modernidade autêntica na sala de jantar


Francesco Bolis Na sala de jantar, a janela alta, encontrada em muitos edifícios da península, traz luz, preservando a frescura. Gostamos da pedra deixada visível em um pedaço da parede que contrasta com o limão branco presente no restante das paredes e no teto. Os arquitetos optaram por instalar uma mesa de madeira leve, contemporânea e refinada, aquecida por poltronas de vime e poltronas de metal muito bonitas. A forca de metal grande toca tom sobre tom e se encaixa não na justaposição, mas na continuidade da arquitetura.

Design e materiais naturais


Francesco Bolis Os arquitetos optaram por combinar decoração contemporânea, criações e objetos de família nesta casa de férias. Os materiais naturais são preferidos e os formulários são desenhados e refinados. Esta poltrona trançada magnífica representa essa complementaridade entre design e natureza.

Luz: elemento central da casa


Francesco Bolis Uma grande janela de sacada arredondada fornece iluminação muito natural na sala de estar. Adoramos a pedra lapidada, cor de areia, deixada visível em parte das colunas que sustentam os cofres do antigo moinho, que se harmoniza com grande elegância com o branco puro que domina esse espaço.

Um pátio que combina design e arquitetura local


Francesco Bolis A poucos passos, você chega a um agradável pátio com piso de mármore. A decoração é refinada e um sofá moldado assimétrico foi colocado no centro, como uma obra de arte. Dois cactos gigantes crescem no espaço e atestam o clima quente e seco da península.

Um espaço de plano aberto que aprimora a pedra


Francesco Bolis No térreo, uma grande sala em plano aberto abriga vários espaços. A cozinha é acessível por degraus de pedra, o que confere um caráter autêntico. Da sala de estar, podemos ver uma grande peça de mobiliário em aço inoxidável escovado, que se encaixa perfeitamente no local, proporcionando um espírito muito moderno.

Uma cozinha moderna


Francesco Bolis Na cozinha muito funcional, brincamos com materiais lisos e limpos. A bancada de aço inoxidável é escovada, fosca e minimalista, e os móveis brancos que se fundem à parede transformam o local sem pressa. Aqui, a decoração se convida à arquitetura como sua extensão.

Sala de pedra


Francesco Bolis Na sala aberta para uma parede de espelhos, o espaço parece interminável. A pedra no chão foi preservada e um grande tapete de algodão, lençóis e cores cinza-acinzentado a aquece ao redor da cama. Cores suaves e naturais são usadas para destacar e revelar as pedras naturais na parede do piso.

Uma casa de banho construída em pedra


Francesco Bolis No banheiro, os arquitetos também apostaram na autenticidade do local. A pedra é impressionante e o espaço de armazenamento foi criado na parede, em nichos pré-existentes. Gostamos da bacia original, com uma forma orgânica, macia e natural, de simplicidade complexa. Nada aparece aqui, os apliques brancos são quase imperceptíveis. O local se expressa por sua beleza, os móveis o destacam sem nunca apagá-lo.

Solário gráfico


Francesco Bolis No telhado, acessamos um solário onde cores brilhantes são usadas em cores sólidas, como em uma pintura. Os móveis de madeira, como camas de acampamento, mais uma vez ampliam os materiais naturais e as plantas, instaladas em vasos de terracota, lembrando o know-how regional. Gostamos dessa aparente simplicidade e da encenação, que sempre respeita muito os lugares que a dupla de arquitetos conseguiu implementar.